Escola de Oração – Pontifício Seminário Romano

Pontifício Seminário Romano propõem aos jovens a “Escola de Oração”

Uma iniciativa dirigida aos jovens romanos foi colocada em prática pelo Pontifício Seminário Romano Maior. Trata-se da “Escola de Oração”, iniciada no dia 18 de outubro, e que se estenderá até o dia 24 de abril de 2020.

Como detalha o website do Seminário, a escola consiste em uma série de encontros mensais -uma sexta-feira ao mês- na qual se aprenderá a orar com a ajuda dos Santos, e se compartilharão experiências.
“Será uma escola, é verdade, mas nós não seremos os mestres: quando se trata de oração, de fato, somos todos alunos”, assinalam do Seminário.
“Nossos ilustres mestres, este ano, serão alguns Santos que nos farão companhia ao longo da viagem que se desenvolverá mensalmente”
, acrescentam.

Os encontros vêm sendo realizados às 20h na sede do Pontifício Seminário Romano Maior, com momentos de reflexão, oração e convívio.

O primeiro encontro seguiu o tema “Aos pés do Senhor”. O segundo encontro ocorrerá na sexta-feira, 15 de novembro, com o título “Fixou seus olhos em Pedro”; o terceiro, que será no dia 06 de dezembro, se intitula “Por outro caminho”. No dia 10 de janeiro de 2020 será o quarto encontro com o tema “Sou a luz do mundo”, enquanto que o quinto, que se desenvolverá no dia 14 de fevereiro, terá por lema “Porque amava tanto”; o sexto, a desenvolver-se no dia 13 de março, se intitulará “A recebeu com ele”; o último encontro será no dia 24 de abril e terá por tema “Teu pai está no secreto”.

Pontifício Seminário Romano propõem aos jovens a ?Escola de Oração?.png

Pontifício Seminário Romano Maior

O Pontifício Seminário Romano Maior conta com séculos de história. Nasceu no dia 1º de fevereiro de 1565, pouco tempo depois do vigésimo terceiro período das sessões do Concílio de Trento, dia no qual se fixou o cânon XVIII sobre o sacramento da ordem, no qual se estabeleceram os seminários para a formação sacerdotal.

Naquela época foi instituída uma comissão de cinco cardeais, entre os quais se encontrava São Carlos Borromeu, que ficaram responsáveis por lançar as bases da recém-criada instituição, a qual foi encomendada à Companhia de Jesus, e começou com sete estudantes, tendo por primeira sede o Palazzo Pallavinci.

Atualmente o Seminário, cuja sede foi inaugurada em 1913, se encontra junto à Basílica de São João de Latrão.

Momentos importantes ao longo do tempo viveu a instituição, destacando-se os anos da Primeira Guerra Mundial, especialmente em maio de 1917 quando os seminaristas realizaram o Voto da Madonna della Fiducia -Virgem da Confiança-, para que todos os que foram à frente da guerra retornassem sãos e salvos aos seus lares. O voto é realizado todos os anos recordando como a Mãe de Deus protegeu a cada um dos seminaristas durante o período beligerante. (EPC)

gaudiumpress.org

compartilhar