Neste Ano Jubiliar… Chamados a ser Santos

Chamados a Ser Santos!

No alegre contexto da celebração do jubileu áureo da nossa querida Diocese de Rio do Sul, neste ainda início de ano, resolvi escrever este pequeno texto como maneira de sadiamente provocar a todos que o lerem, principalmente aqueles que caminham conosco na lida pastoral desta catedral.

O Pai do Céu, de maneira incisiva, nos diz no Antigo Testamento “Sede santos, porque Eu, o Senhor vosso Deus, sou santo!” (Lv 19,2). Por sua vez, Jesus, no Evangelho de Mateus, quase que utilizando as mesmas palavras e a mesma força, nos diz “Sede perfeitos como o Pai do Céu é perfeito” (Mt 5,48). Na mesma direção, com uma doce radicalidade, São Paulo colocando estas palavras na boca de Deus, no início de sua Carta aos Efésios diz: “Desde toda a eternidade eu escolhi vocês para que vocês sejam santos e irrepreensíveis diante dos meus olhos” (Ef 1,4).

Meus queridos e minhas queridas! Como podem ver, somos mais do que chamados à santidade. É um imperativo da parte do Senhor. E como sê-lo? Não é algo abstrato. É viver num empenhamento constante buscando ser uma pessoa melhor, um filho…uma filha de Deus melhor. Alguém que internalizou e se deixa conduzir pelos valores do evangelho. Avanços e retrocessos estarão presentes. Muitas quedas, consequência do nosso ser pecador, ocorrerão. Porém, com determinação e persistência, serão seguidas da decisão de levantar. Neste cai e levanta, misteriosamente envolvidos pelo mistério da graça, vamos crescendo e atingindo a perfeição do Pai do Céu.

Escrevendo sobre isso quero chamar atenção, insistir e, repito, provocar, como membros da comunidade da Catedral São João Batista, que cada um procure viver deste jeito a santidade querida por Deus. Que cada um e cada uma, considerando os encontros pessoais e comunitários que ocorrerão, olhando cada atividade a ser realizada, sejam mais importantes ou menos importantes, pense diante do Deus que nos chamou: “tenho que dar do meu melhor”; “tenho que viver com maior generosidade possível como discípulo (a) missionário (a) do Senhor”; “neste dia…, neste encontro, nesta celebração, nesta atividade… tenho que ser perfeito (a) como o Pai do céu é perfeito”.

Que este Ano Jubilar da Diocese seja especial e de muitas conquistas para cada um e para toda nossa comunidade paroquial…

Peço a Deus, por intercessão de Nossa Senhora, São José e São João Batista, que abençoe imensamente a todos.

Pe. Luiz Antonio de Faria, scj

 

 

compartilhar

Postagens recomendadas